Informações ao Paciente

Fraturas do Quinto Metatarso

O quinto metatarso é um osso que faz parte da porção lateral do pé, e recebe carga do apoio no solo e da tração de tendões do tornozelo e do pé.

Algumas atividades esportivas, e mesmo do dia a dia, podem colocar em risco a integridade deste osso.

A lesão deste osso pode ocorrer em vários graus de intensidade e de gravidade.

Verificamos desde fissuras sem maiores consequências até fraturas com grandes implicações no período de recuperação e de reabilitação.

O tratamento é indicualizado para cada paciente, dependendo do tipo de lesão e da atividade esportiva ou de trabalho envolvida. Varia desde imobilização leve até grandes cirurgias com o uso de parafusos de fixação.

Evidentemente um atleta profissional de futebol tem demanda diferente de um paciente sedentário de 65 anos.

O tratamento de fraturas do quinto metatarso como a ocorrida no jogador Neymar é feito de maneira especial e individualizada para a sua realidade.

O uso de PRP (plasma Rico em Plaquetas) é uma terapia de células que já é utilizado como auxiliar do tratamento em alguns países. No Brasil é liberado somente para uso experimental.

A fisioterapia tem papel fundametal na recuperação.

O essencial é que haja um bom entendimento entre o médico e o paciente, para que aconteça uma recuperação completa e mais rápida.


Buscar

Arquivos

Perguntas Frequentes

  • Como pode ser tratado o diabetes no Pé?

    O primeiro passo é um controle adequado do diabetes, com o auxílio do clínico ou endocrinologista. Para os pés, recomenda-se o uso de calçados adequados, palmilhas, fisioterapia, acompanhamento com Podólogos e às vezes, cirurgia.

  • Como pode ser tratado o joanete?

    Após as avaliações físicas e dos exames apropriados, o diagnóstico é determinado. Com essa informação, o cirurgião, junto com o paciente, conversam sobre as opções de tratamento. É muito importante que o paciente participe da decisão junto com o médico, porque aspectos pessoais influenciam no tipo de tratamento escolhido.
    O tratamento do joanete deve ser individualizado para cada caso, de acordo com as características do pé, o estilo de vida do paciente, a prática ou não de atividades esportivas, etc.
    Existem alternativas cirúrgicas e não-cirúrgicas para o tratamento. Como explicado anteriormente, o joanete é uma angulação anormal dos ossos do pé, e as maneiras não-cirúrgicas de tratamento são paliativos para o problema, pois não regularizam a deformidade. Apesar disso, são utilizadas em muitos pacientes para aliviar os sintomas e prevenir a piora destes.
    Existem mitos e verdades a respeito da cirurgia para o tratamento do joanete. De um modo geral, a maneira atual de tratar é diferente do que era realizado há alguns anos atrás. Hoje em dia, técnicas modernas facilitam o procedimento cirúrgico e sua recuperação. Isso inclui maneiras seletivas de anestesia local, materiais e técnicas de precisão para a cirurgia e órtese de imobilização que permite o apoio imediato do pé no solo no período pós-operatório.

Veja todas