Informações ao Paciente

Como Cuidar do Pé do Diabético

O diabetes é uma doença crônica com um elevado número de cmplicações e sequelas.

Os pés podem sofrer uma situação chamada de Pé Diabético, que é causada pelos problemas de circulação, sensibilidade e do sistema imunológico do paciente.

Podem ocorrer infecções, feridas que não cicatrizam, fraqueza muscular, deformidades e calos.

A prevenção dos problemas é o melhor remédio, eis algumas medidas importantes de prevenção:

1. manter a glicose do sangue controlada

2. Fazer um bom acompanhamento com um clínico, endocrinologista ou cardiologista

3. usar calçados confortaveis, largos e sem costuras internas

4. usar meias brancas, para detectar algum sangramento escondido

5. observar os pés diariamente

6. manter um acompanhamento mensal com um podólogo

7. Procurar atendimento em uma emergencia em qualquer sinal de ferida ou sangramento no pé.


Buscar

Arquivos

Perguntas Frequentes

  • Como o salto alto pode ser prejudicial ao pé?

    Algumas afortunadas mulheres têm uma característica genética que determina boa tolerância ao uso de calçados de salto alto e bico fino. Infelizmente para a maioria o uso deste tipo de calçado provoca pressão exagerada na parte da frente do pé, junto aos dedos, além de comprimir as laterais do pé. Pode causar calosidades e inflamações na planta do pé chamadas de bursites metatarsais. Provoca ainda o encurtamento dos tendões da panturrilha. Além disso tudo, pode acelerar o processo de formação de um joanete.

  • O que é a ruptura do Tendão de Aquiles?

    O Tendão de Aquiles (ou tendão calcâneo) é uma estrutura anatômica muito importante no desempenho das atividades do dia a dia e da prática desportiva. É esse tendão que transmite toda a força exercida pelos músculos da panturrilha.
    A ruptura do Tendão de Aquiles é uma situação muito comum, mais freqüente em homens entre os 30 e 50 anos de idade, mas pode ocorrer em qualquer idade e também em mulheres.

Veja todas